A Sutil Arte de Assinar a Lista

Ele realmente não queria ir à aula aquele dia. A prova tinha acontecido durante a aula anterior, ele tinha ido bem, e não tinha interesse nenhum pela matéria. Estava tranquilo, mas nem um pouco afim de prestar atenção na matéria de séries de potências. Era sexta feira, o dia estava bonito, e ele queria jogar sinuca. Foi pra aula só pra assinar.

Chegou atrasado porque resolveu comer antes de sair, mas sabia que a caminhada de 20 minutos na reta seria suficiente pra chegar antes da lista. Entrou pelo PVA e caminhou até a sala, e enquanto ele mirava seus colegas pela janela, calculava seu posicionamento estratégico em meio às cadeiras.

Lembrou se de um colega de sala fazendo a mesma coisa, mas com uma filosofia diferente. Tinha entrado fazendo barulho, sentou logo na frente para pegar a chamada no começo e foi embora sem cerimônia, batendo a porta.
Não gostou do que lembrou. Tudo bem que ele também só estava ali para assinar, mas não precisa ser tão mal educado assim. Voltou seus olhos ao interior da sala, vista pela moldura amarela da porta, e escolheu uma cadeira no fundo.

Arquitetado o plano, começou sua missão. Decidido a não imitar seu colega barulhento, esperou o professor virar de frente para o quadro, pegou na maçaneta devagar e entrou silenciosamente. Uma vez dentro de sala, passou a porta por trás de seu corpo para encostá-la com cuidado, e a travou com segurança. Andou de passo firme para não estalar seus chinelos e se aproximou da cadeira, mas antes de chegar a seu alvo, tropeçou em uma mochila.

Não caiu, mas assustou. Bateu suas mãos onde conseguiu apoiar e fez todo o barulho que não queria fazer. Atraiu todos os olhares da sala (incluindo o do professor) e mostrou a todos com sua queda que tinha chegado meia hora atrasado e sem mochila. Vermelho igual suas notas no período anterior, viu que estava bem e sentou se calado.

Como tinha pensado, a chamada ainda não havia passado. Perguntou para um colega de sala se a aula estava legal e foi respondido com um olhar irônico, que respondia “é sério essa pergunta?” de forma mais clara que a luz do celular que ele já tirava do bolso para se entreter. Imerso em seu universo particular, aproveitou para montar seu time no Cartola, mas foi interrompido pelo professor.

Vermelho de novo, não soube responder a pergunta, e nem esconder sua vergonha. Ninguém ligou pro fato dele não estar prestando atenção, mas ele sentiu que todos o julgavam silenciosamente. Duas vergonhas em uma aula que ele nem queria vir. Afinal de contas, aonde estava o raio da chamada?

Voltou ao celular, dessa vez sem ser perturbado, e conferiu tudo que poderia. Abriu todos os aplicativos, conversou em todos os grupos do whatsapp e leu todas as notificações do facebook. Seus olhos um pouco cansados ficavam até um pouco secos de tanto visar a tela, e decidiu desviar um pouco o olhar prestando atenção na aula.

Olhou seu relógio e viu que apenas 10 minutos tinham passado. Já estava passando da hora da chamada passar. Permitiu se viajar em seus próprios pensamentos e se imaginou no futuro, dirigindo um carrão e viajando o mundo, com aquela moça da aula de física 2 ao lado. Gostou de divagar e estimulou ainda mais o pensamento, mas foi acordado pelos zíperes de mochilas fechando e o estalar de canetas sendo guardadas em seus estojos.

Percebeu que a aula tinha acabado e ficou com medo de não ter percebido a chamada passar. Desesperado, perguntou ao mesmo colega do olhar a respeito e foi respondido com um balançar de cabeça, negando que a lista tenha passado (esse não era muito de falar). Confuso, teve sua dúvida sanada quando o professor finalmente falou: “desculpa gente, esqueci a chamada na minha sala”.

 

por Marco Antonio Gomes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s