A Raíz do Cabelo

Foto: Gabriel “Dentinho” Rodrigues

Depois daquela longa e cansativa semana de estudos, provas e trabalhos, quem não gosta de se sentar no barzinho e tomar uma cerveja? Os bares viçosenses se tornaram uma das primeiras opções de lazer do público estudantil, que enxergam nesse espaço uma oportunidade de relaxar, encontrar os amigos, colocar a conversa em dia, e esquecer por um tempo os tantos problemas da vida. No entanto, apesar de toda a fama, pouco se conhece sobre a história desses bares, e sobre as pessoas que estão por trás, e são as principais responsáveis por todo esse sucesso.

Todos conhecem, por exemplo, o famoso bar do Cabelo, local muito bem conceituado e frequentado pela população. Mas quem está por trás de toda essa fama? Quem é o Cabelo?

Nilson Augusto da Silveira, mais conhecido como Cabelo, é natural de São Geraldo, Minas Gerais e em meados de 97, procurando algo com o que trabalhar se mudou para Viçosa e decidiu abrir o bar, que se tornaria anos depois, um dos locais mais famosos e frequentados da região.

Mas por que criar um bar? Como surgiu essa ideia?

“Foi uma aventura, uma aventura. Tinha nada pra mexer, falei, vou mexer com bar. Deu na cabeça assim, foi igual beber a primeira cachaça, provou gostou”. Respondeu Cabelo.

Mas todos nós sabemos que abrir um bar, não é algo tão simples, então o que ele fez para conseguir abrir seu comércio e fazê-lo dar certo?

Assim como grande parte das pessoas que estão iniciando sua jornada no mercado, Cabelo revelou ter tido dificuldades na criação do bar, mas admite ter recebido muita ajuda de outros comércios, como cervejarias que na época se localizavam em Viçosa, que acabaram lhe dando “uma força” para crescer e tornando possível consolidar o estabelecimento.

“Não, no início teve dificuldade sim, mas tive muito apoio né? Na época teve apoio do pessoal da Cervejaria aqui em Viçosa, aí tinha umas facilidades, podia comprar no prazo lá com eles, tava começando e eles me deram uma força”.

Mas todos sabemos que a vida não é um mar de rosas. E é de se imaginar que o nosso entrevistado tenha enfrentando problemas durante esses anos de bar. Mas que problemas foram esses? O que ele fez para superá-los?

Houve um período onde a prefeitura proibiu aos bares da região da Rita, local onde fica localizado o comércio, de se colocar cadeiras na rua. E isso acabou rendendo também algumas multas para o comerciante.

“Maior problema que a gente já passou foi com a prefeitura né, que eles proibiram de colocar mesa e cadeira na rua, multando, ficando, nosso problema aqui foi a prefeitura. E isso atrapalhou um bocado, atrapalhou bastante né? O pessoal gosta mais de ficar na rua, mas pelo meu caso aqui eu tenho espaço dentro do salão né? Aí prejudicou bastante. Mas não tanto. Porque o povo não abandona o lugar.”

Como dono de bar, Cabelo obviamente já teve muitos problemas quanto a brigas. O dono do comércio lamentou que devido à rivalidade entre torcidas, esse tipo de confusão é frequente. Além disso, ainda comentou sobre a falta de segurança na cidade.

-“O problema não é só a falta de segurança, o problema é a droga que está dominando Viçosa, o tráfico, muita coisa. O problema é esse”.

Apesar de todos os problemas que enfrenta, o favoritismo do Cabelo dentre os demais bares da região é inquestionável. Ele comenta que mesmo com o passar do tempo, seu público diverso se mantém constante e até hoje cativa os fregueses antigos.

-”O público é muito variado, tem jovem, tem velho, tem tudo, mas sempre se manteve constante. Tem até os antigo meu, os veteranos mesmo meus moram longe, não sei aonde, deu fogo neles eles vêm para cá. Eles falam: ô cabelo não consigo ficar longe de você não”.

E não é que essa sensação nos parece familiar? Quem nunca sentiu esse mesmo fogo? Aquela vontade, nas noites de sexta, após um intenso dia de estudos, ficar novamente pertinho do Cabelo? No final da entrevista o simpático Cabelo, brincou e deixou um recado para a população viçosense:

-“Gente, vocês são muito chatos, pelo amor de Deus, dá sossego aí”!

 

Por Alexandre Leite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s